O Urso Polar

Este animal, para mim, é um dos animais mais incríveis do mundo. Eu poderia fazer uma lista pessoal de “Top animais portentosos”, mas acredito que cada um merece o próprio post, começando por este gigante.

O urso-polar (Ursus maritimus), também conhecido como urso-branco, é um mamífero membro da família dos Ursídeos, típico e nativo da região do Ártico e atualmente um dos maiores carnívoros terrestres conhecidos. Dentre todos os ursos, este é o que mais se alimenta de carne.

Isso você já sabia. É até o que você responderia se lhe perguntassem o que é um urso-polar (e você rapidamente usasse o celular para acessar a Wikipédia). Mas, infelizmente, essa afirmação, juntamente com o constantemente equivocado conhecimento geral, pode implicar na idéia de que o urso-polar é branco e vive junto do Papai Noel, comendo pingüins e tomando Coca-Cola.

Post não patrocinado

Agora, o que faz esse ursídeo tão impressionante? Que bom que você perguntou.

Seu surgimento data apenas 150 mil anos, do Urso-pardo (Ursus arctos), o que faz dele um dos animais mais recentes da megafauna.

Quando eu disse que ele era gigante, provavelmente você não imaginou o quão grande ele é. Um macho adulto pode atingir 700 kg, que é metade do peso de um carro, e 3 metros de altura, o tamanho de um elefante.

Fora seu tamanho, como wikipédia nos contou, ele é o um dos maiores carnívoros terrestres e é o urso que mais se alimenta de carne. Sua dieta consiste basicamente de focas, mas também pode incluir: aves em geral, ovos, roedores, invertebrados, bois-almiscarados, renas, morsas, baleias e outros ursos-polares. Então, podemos dizer que o único motivo de ursos-polares não comerem pingüins é o fato de viverem praticamente em polos opostos do planeta.

Além disso, são curiosos e costumam comer muito lixo humano (afinal, se tem algo que seres humanos sabem fazer, é lixo), como plástico, bateria de carro, óleo de motor e, quem sabe, se disponível, coca-cola. Viu, o conhecimento popular não é tão equivocado assim.

“Seu carro estava delicioso”

Um predador assim precisa de habilidades de caça. Por exemplo, um cachorro tem, em média, um olfato 100x melhor que o seu. O de um Cão de Santo Humberto (a raça do Pluto ou do General Pepper), que tem um dos melhores olfatos da natureza, é 300x melhor que o seu, com 4 bilhões de células olfativas (você tem 5 milhões). Os ursos têm o olfato 7x melhor que eles. O que torna o urso-polar capaz de encontrar focas a um quilômetro e meio de distância e sob 1 metro de neve.

Encontrar comida tão longe não ajuda se você não for rápido para pega-la. Assim, ele é capaz de correr à 40 km/h e nadar à 9.7 km/h.

Embora ele tenha toda essa capacidade caçadora, o local que vive congela. “Ah, mas aí ele hiberna” você diz, mas embora ele tenha vestígios da substância que ativa a hibernação no sangue, você não gostaria que o Super-Homem simplesmente dormisse quando não houvesse crime. Não, amigos, os cavaleiros dos icebergs (como conhecidos pelos Skalds) passam meses de jejum nos períodos de escassez. Comida é para os fracos.

Agora vamos a parte chocante. O urso-branco… não é branco. Sua pele é escura e seu pelo transparente. Isso ajuda na sua capacidade de reter calor, afinal, ele vive numa área que a temperatura máxima, no verão, é de -10°C. Fora o fato de que isso torna-o praticamente invisível a visão infra-vermelha.

E o futuro desses andarilhos? A poluição humana, como disse anteriormente, junto a caça e outros motivos (geólogos utilizam armas ao estudar o círculo polar ártico, para se proteger dos ursos, por exemplo), mais as mudanças climáticas colocam essa espécie em perigo. Você não quer que um bicho sensacional como esse seja extinto.

Mas tem outra coisa no futuro desses pseudo-albinos: Eles resolveram se cruzar com Ursos-cinzentos (Ursus arctos horribilis). Diferente dos seus primos do norte, os cinzentos têm a dieta 80% vegetariana, porém, seus híbridos têm a mesma “carnivoridade” dos polares. Ou seja, uma nova espécie, conhecida como Urso-grolar (Grizzly + Polar) que é tão perigosa quanto o polar, mas que vive em lugares menos inóspitos. E pra melhorar: ao contrário dos híbridos comuns, como a mula, já foi provada fertilidade de alguns Grolares!

Gandalf, o Cinzento… e Branco!

Mas deixa os híbridos para outros posts, como a Abelha-assassina ou a Baleia-golfinho. Se interessou? Conhece algum diferente? Deixe a resposta aí nos comentários e volte sempre!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: