Revolta da Vacina v.2014

O Brasil recentemente lançou a campanha de vacinação contra HPV para meninas entre 11 e 13 anos. Privilégio que só as famílias de classe média e acima podiam pagar. Vacinas contra HPV estão no mercado a algum tempo. Eu mesma fui indicada quando adolescente a tomar e eram muito mais caras do que os R$300/dose atuais.

Como a maioria das vacinas lançadas no mercado, sofre com desconfiança, insegurança e, mais ainda, quando se tornam uma recomendação ou até exigência regional ou nacional. Todo ano a famosa vacina anti-gripe aplicada em idosos e grupos de riscos é acusada de causar a própria gripe, de ter efeitos colaterais severos, de ser uma tentativa de diminuir a expectativa de vida desses grupos imunodeprimidos… é tanta pseudo-informação que a vacina se torna até folclore.

Não muito distante, vamos relembrar a insanidade dos comentários sobre a vacinação contra o vírus da gripe H1N1:

conspiracy-keanu-blank2

“O governo tornará obrigatório a vacinação contra h1n1, mas o objetivo principal é reduzir a população mundial”

“A OMS simulou uma pandemia com objetivo de favorecer a industria farmacêutica a vender vacinas”

Quem é do Rio de Janeiro vai lembrar que até na TV (a famosa mídia incontestável) era falado sobre supostos contêineres chegando na cidade, protegidos pelos militares, que seriam utilizados para guardar os corpos das pessoas que foram imunizadas (e morreram).

Screenshot 2014-03-14 16.56.04

foto2Caixões chegando

Lembra da aula de história sobre A Revolta da Vacina? Eu sei que não, mas sem ela nada disso se explica:
O histórico de ódio do RJ contra a vacina data de quando o grande cientista Oswaldo Cruz convenceu o governo que a vacinação contra varíola deveria ser obrigatória, justamente para sua eficácia. Dessa forma a brigada sanitária, com auxílio policial foram autorizados a vacinar a população à força a fim de reduzir o surto o mais rápido possível, chegando até a invadir suas casas. Além do terror da doença e da obrigação de ser espetado com um suposto vírus que não se entendia como funcionava, ainda haviam os jornais alarmando os efeitos colaterias e os boatos de que mulheres eram vacinas nas partes íntimas!

foto3

Assim, o medo que aquela população sentiu, sem estudo, sem acesso livre ao conhecimento e tendo sua liberdade afetada, é completamente compreensível.

O que isso tem a ver com a campanha de vacinação contra HPV para meninas entre 11 e 13 anos? Vamos analisar as afirmações que estão sendo colocadas por aí.

As meninas serão incentivadas a começar vida sexual mais cedo, devido a vacinação.

Olha só, eu quando criança tomava vacina e não me questionava muito sobre o porque, o que me incomodava era quanto iria doer. Mas se hoje em dia as crianças “índigo” se questionam e querem entender o porque e para que serve a vacina, acho que é até uma boa oportunidade de conversa sobre sexualidade tanto riscos como prazeres.
Até me impressiono com a meninada phD em poliomielite, difteria, caxumba…

Teenage girls having fun on the beachExpectativa dos pais
foto5Realidade das filhas

A vacina tem efeitos colaterais que podem causam paralisia e morte.

Veja bem, não sou especialista em vacinas, mas uma coisa que aprendi na faculdade e na vida é que TUDO pode ter reação adversa.
Uma vez li a bula de um remédio que dizia poder causar convulsões, choque anafilático e morte. Alarmada corri para médica e me neguei tomar o remédio, quando a doutora desfez minha ignorancia. “Toda bula é feita por advogado, e não por médicos, para prevenir o risco de processos e se eximirem de culpa”. Ora ora, a partir disso entendi plenamente que até a aspirina pode causar tudo e é você que decide tomar ou não, por sua conta. Se você preferir pode morrer de infecção ou assumir o risco e tomar antibiótico.

O fato é que qualquer vacina pode causar efeitos colaterais. Apesar dessa vacina não ter nenhuma comprovação de reações graves que causaram a morte, há relatos e até indenizações em jogo. Sendo a grande maioria de sites e fontes não confiáveis. O que digo por não confiável? Simples: NÃO CIENTÍFICOS.

Estamos lidando muito mais intensamente com pessoas fora do meio médico. São, administradores, donas de casa, artistas, reis da cocada preta, vendedores de loja, pastores… dando palpites e escrevendo notícias alarmantes sobre coisas das quais não têm domínio intelectual. Digo isso porque não vou bater de frente com um engenheiro aeronáutico para falar que o avião dele vai cair porque achei que a peça que ele escolheu não é apropriada, afinal essa não é minha área de conhecimento.

dv794015

Certeza que precisa dessas duas asinhas de trás?

Acho que o procedimento para pessoas leigas é procurar um profissional de confiança da área e ouvir sua opinião. Procure um infectologista, por exemplo, e leve todo o seu arsenal de posts do facebook que falam todas as barbaridades da vacina e discuta com ele.

Agora, se você for uma pouco mais curioso, pode procurar por palavras chaves no google informações sobre a vacina. Mas em sites CONFIÁVEIS, não estamos falando de portais de teoria da conspiração. Procure revistas científicas, coisas que venham de faculdades, que tenham pesquisadores e não o zé ninguém reacionário com mestrado em ser do contra.
O interesse em astrologia faz com que algumas pessoas passem horas e horas pesquisando uma pseudo-ciência, mas o interesse em questões científicas, especialmente sobre sua saúde, são deixados ao acaso, lacuna que os alarmistas de plantão preenchem.

Não estou defendendo você perder sua liberdade e ser forçado a fazer algo, mas a vacina não afeta só o indivíduo imunizado. Uma pessoa que se recuse a ser vacinado para rubéola, seja lá porque motivo, pode infectar uma mulher grávida e causar deformação da vida que esta sendo gerada no ventre dela. Pense nisso no seu discurso sobre liberdade.

Quanto ao HPV, o exame Papanicolaou detecta a doença, a camisinha ajuda a reduzir o risco, a vacina para certos sorotipos também ajuda, mas só a total abstenção sexual é uma forma 100% eficaz de não contraí-lo (o que não é muito popular).

girl-getting-shot_shutterstock_10934992-640x385

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: